EQUIPE DE MTB DE ELITERETROSPECTIVA DA TEMPORADA DE 2013

DESTAQUES DA TEMPORADA DE 2013

Medalha de ouro — campeonato mundial XCM — Dahle
Medalha de bronze — campeonato mundial XCO — Hermida
2º lugar na Copa do Mundo de MTB — Hermida
2º lugar na Copa do Mundo de MTB — Cink
4º lugar na Copa do Mundo de MTB — Litscher
2º lugar na Copa do Mundo de MTB XCE — Litscher
5º lugar geral na Copa do Mundo de MTB — Cink
Equipe n° 1 da Copa do Mundo de MTB por duas vezes
3 vitórias em etapas da Andalucia Bike Race
2 vitórias em etapas da Cape Epic
4º lugar geral na Cape Epic
3 Campeões Nacionais: Dahle, Hermida, Cink
6 Copas do Mundo de MTB — 6 pódios

COPA DO MUNDO DE MTB DA UCI, CLASSIFICAÇÃO DA EQUIPE DE CROSS COUNTRY

1.BMC MOUNTAINBIKE RACING TEAM 364
2.MULTIVAN MERIDA BIKING TEAM 343
3.SCOTT SWISSPOWER MTB RACING TEAM 297
4.GIANT PRO XC TEAM 208

Quem se atreve ganha. A MULTIVAN MERIDA BIKING TEAM rejuvenesceu surpreendentemente seu elenco para a temporada 2013. Os campeões mundiais sub-23 dos últimos dois anos, Thomas Litscher e Ondrej Cink, foram acrescentados ao núcleo da equipe composta por Gunn-Rita Dahle Flesjå, José Hermida e Rudi van Houts. Fabian Aust foi promovido a técnico da equipe após ter trabalhado como assistente por muitos anos. Esse rejuvenescimento arrojado valeu a pena, e a temporada de 2013 pode ser considerada um sucesso total, com um título de campeonato mundial, outra medalha de campeonato mundial, diversos campeonatos nacionais e muitos pódios. No ranking de equipes do UCI, a MULTIVAN MERIDA BIKING TEAM encerrou a temporada em segundo lugar. E, para 2014, outro talento será acrescentado à equipe: Julian Schelb, medalha de prata no campeonato mundial sub-23 do ano passado. A previsão é de continuidade para essa história de sucesso.

A MULTIVAN MERIDA BIKING TEAM sempre pode contar com Gunn-Rita Dahle Flesjå e, na temporada passada, não foi diferente. A “Grande Dama” do mountain biking venceu o campeonato de maratona mundial, o ponto alto da temporada. Infelizmente, ela não conseguiu vencer outra corrida da Copa do Mundo de MTB em 2013, o que a teria transformado na ciclista com mais vitorias até hoje. Mas terminar no pódio em Vallnord, Val di Sole e Hafjell também foi um grande feito. Para a próxima temporada, os campeonatos mundiais, sediados em Hafjell, são o objetivo principal de Gunn-Rita Dahle Flesjå. A norueguesa espera coroar sua carreira incomparável conquistando um segundo título de campeonato mundial em sua terra natal. Ela já conseguiu isso em 2005, quando se tornou campeã mundial de maratona.

Em sua nova composição, a MULTIVAN MERIDA BIKING TEAM mostrou desempenhos notavelmente homogêneos em todas as etapas da Copa do Mundo de MTB masculina. Isso garantiu vitórias na classificação da equipe nas provas em Albstadt e Val di Sole e com mais dois segundos lugares em Nove Mesto e Mont Sainte-Anne. No fim da temporada, um dos ciclistas também ficou entre as 5 melhores posições da Copa do Mundo de MTB no geral. Mas, ao contrário dos últimos dois anos, não foi o espanhol José Hermida quem realizou esse feito. Depois de uma temporada que foi apenas razoável para seus padrões, Hermida teve de se contentar com o 10º lugar na classificação geral na Copa do Mundo de MTB. Ele só chegou ao pódio em uma corrida, na qual terminou em 2º lugar em seu circuito favorito, em Mont Sainte-Anne, no Canadá. Mas mais uma vez ele demonstrou sua categoria no campeonato mundial da África do Sul, conseguindo a medalha de bronze. No ranking mundial, o espanhol de 35 anos terminou a temporada em 6º lugar.

Com isso, José Hermida ficou logo atrás da grande revelação da temporada dentro da MULTIVAN MERIDA BIKING TEAM: Naquela que foi sua primeira temporada na categoria de elite, o tcheco Ondrej Cink, de 23 anos, continuou surpreendendo todo o mundo, inclusive a si mesmo. Chegou muito perto de sua primeira vitória na prova da Copa do Mundo de MTB de Elite, em Andorra, liderando pela maior parte do tempo, até ser alcançado por Nino Schurter, que o colocou em 2º lugar. Na presença de sua torcida natal, Cink terminou em 6º em Nove Mesto e ficou entre os 10 melhores em Hafjell e Val di Sole, exatamente como nos campeonato europeu, correndo entre os melhores do mundo. Ele também conseguiu ganhar o título nacional de cross country da República Tcheca em seu primeiro ano na categoria de elite. Esses resultados indicam que Cink pode ter um desempenho ainda melhor nos próximos anos. Seu desejo, em particular, é vencer em casa, em Nove Mesto em 2014, e repetir suas proezas do último ano.

No começo da última temporada, Ondrej Cink desempenhou um papel secundário para o segundo novo ciclista contratado da MULTIVAN MERIDA BIKING TEAM, porém, assim como Thomas Litscher, ele estava em uma forma esplêndida durante os meses de abril e maio. Primeiro terminou em 2º contra fortes adversários no Ötztal Mountainbike Festival. Três semanas depois, chegou ao pódio em segundo lugar na competição na primeira prova de cross country da eliminatória da Copa do Mundo de MTB, em Albstadt, no sul da Alemanha, e terminou em 9º na prova cross country dois dias depois. Como se isso ainda não fosse o bastante, Thomas Litscher teve um desempenho excepcional na segunda prova da Copa do Mundo de MTB em Nove Mesto, cruzando a linha de chegada em 4º e subindo ao pódio da Copa do Mundo de MTB de elite pela primeira vez em sua carreira. Infelizmente, a temporada de Litscher teve um final prematuro devido a sérios problemas de irritações causadas pelo selim. Os problemas foram tratados cirurgicamente e Litscher pretende voltar mais forte do que nunca.

Para Rudi van Houts, a temporada passada teve seus momentos de frustração. Primeiro ele quase perdeu um lugar no pódio quando correu a Cape Epic com José Hermida e terminou em 4º. No campeonato nacional holandês, ele era claramente o favorito, mas acabou perdendo por conta de um erro na volta final. Mais tarde, ele foi forçado a fazer uma pausa durante todo o mês de agosto devido a problemas estomacais graves, o que fez com que ficasse de fora dos campeonatos mundiais. Mas van Houts também alcançou seu melhor resultado da carreira em Copas do Mundo de MTB quando terminou entre os 10 melhores em Val di Sole e também alcançou o pódio em duas provas da MTB Bundesliga. Como o rejuvenescimento da equipe foi um enorme sucesso, a MULTIVAN MERIDA BIKING TEAM decidiu seguir nessa estratégia, acrescentando o alemão Julian Schelb à equipe. Ele foi o vencedor da medalha de prata no campeonato mundial sub-23 do ano passado. Como Schelb tem apenas 21 anos, ele competirá na categoria sub-23 no próximo ano e também lutará pela vitória nos campeonatos mundiais. Não é de admirar que ele cite o campeonato mundial em Hafjell como sua maior meta para 2014.

 


EQUIPE DE MTB DE ELITERETROSPECTIVA DA TEMPORADA DE 2012

AS MAIORES CONQUISTAS DA TEMPORADA DE 2012

Medalha de ouro — campeonato mundial XCE — Näf
Medalha de prata — campeonato mundial XCM — Dahle
Medalha de ouro — campeonato europeu XCO — Dahle
Medalha de bronze — campeonato europeu XCO — Näf
4º lugar — Prova Olímpica XCO — Hermida
Duas vitórias na Copa do Mundo de MTB XCO — Dahle
Uma vitória na Copa do Mundo de MTB XCO — Equipe
2º lugar na Copa do Mundo de MTB — Hermida
3º lugar na Copa do Mundo de MTB — Näf
Duas vezes 5º lugar na Copa do Mundo de MTB — Hermida/Dahle
2º lugar geral na Copa do Mundo de MTB — Dahle
5º lugar geral na Copa do Mundo de MTB — Hermida
3º lugar geral na Copa do Mundo de MTB — Equipe
Vitória na Andalucia Bike Race
3º lugar na Cape Epic — Kugler/Genze

COPA DO MUNDO DE MTB DA UCI, CLASSIFICAÇÃO DA EQUIPE DE CROSS COUNTRY

1. SPECIALIZED RACING 504
2. CANNONDALE FACTORY RACING 413
3. MULTIVAN MERIDA BIKING TEAM 380
4. SCOTT - SWISSPOWER MTB RACING TEAM 352

ESCREVENDO A HISTÓRIA DOS ESPORTES…

"Para a MULTIVAN MERIDA BIKING TEAM, a temporada de 2012 trouxe algumas vitórias memoráveis que ficaram escritas na história do esporte. Ao vencer as provas da Copa do Mundo de MTB em La Bresse e Val d’Isère, Gunn-Rita Dahle Flesjå completou 28 vitórias em 16 anos, uma carreira realmente extraordinária. Essas 28 vitórias igualam seus resultados aos de Julie Furtado, uma das melhores ciclistas de MTB de todos os tempos. Outro fato que ficou escrito na história do esporte é a vitória de Ralph Näf no primeiro campeonato mundial, no formato de eliminatória cross country, em Saalfelden. Foi um final triunfante para os dez anos de Näf com a MULTIVAN MERIDA BIKING TEAM."

Outro desempenho impressionante foi que quatro membros da MULTIVAN MERIDA BIKING TEAM se qualificaram para a prova de ciclismo dos Jogos Olímpicos de Londres. Nenhuma outra equipe conseguiu superar esse número. Mas a medalha olímpica ainda não tinha chegado. O quarto lugar de José Hermida foi o melhor que os ciclistas conseguiram, e Gunn-Rita Dahle Flesjå teve uma prova particularmente frustrante com uma batida logo no começo e um problema mecânico que a deixou fora da competição. Porém, algumas semanas depois, Dahle Flesjå estava de volta, somando uma medalha de prata no campeonato mundial de cross country ao título de campeã europeia de cross country, que ela havia conquistado em Moscou.

No mesmo campeonato europeu, Ralph Näf conquistou a medalha de bronze. José Hermida encerrou outra temporada entre os 5 melhores na classificação geral da Copa do Mundo de MTB e a MULTIVAN MERIDA BIKING TEAM confirmou seu status de uma das equipes mais fortes em corridas cross country. Mesmo assim, a equipe administrativa decidiu rejuvenescer drasticamente o elenco para 2013. Como embaixadores da marca MERIDA, os dois experientes profissionais Gunn-Rita Dahle Flesjå e José Hermida continuam como capitães da equipe e Rudi van Houts também permanece. Porém, Ralph Näf e Jochen Käß deixaram a equipe. Como o principal foco para o futuro da MULTIVAN MERIDA BIKING TEAM será o cross country, os dois especialistas em maratona, Hannes Genze e Andreas Kugler, também deixaram a equipe.

…E UMA EQUIPE REJUVENESCIDA PARA 2013

Eles estão sendo substituídos respectivamente pelos campeões mundiais sub-23 de 2011 e 2012, o suíço Thomas Litscher e o tcheco Ondrej Cink. “Esperamos que esses jovens, talentosos e ávidos ciclistas coloquem alguma pressão sobre nossos membros veteranos e que, ao mesmo tempo, também aprendam com eles para se tornarem candidatos a vitórias na categoria elite. Rudi van Houts é um catalizador que une os novos talentos e os ciclistas experientes”, comentou Andreas Rottler sobre as novas contratações. “A prioridade da MULTIVAN MERIDA BIKING TEAM está nas provas da Copa do Mundo de MTB cross country e na série estendida de provas eliminatórias de cross country. Além disso, competiremos em etapas e provas de maratona selecionadas, como a Andalucia Bike Race ou a ABSA Cape Epic.”

Mais uma mudança que merece destaque: Andreas Rottler entregou o cargo de técnico da MULTIVAN MERIDA BIKING TEAM a seu assistente de longa data, Fabian Aust. Rottler foi promovido a diretor de Marketing Esportivo para a Europa, coordenando as operações de patrocínio da marca tanto em mountain biking como em ciclismo de estrada.